¿Por qué Dycem?

Dycem vs. alternativas

Em instalações de fabricação de alimentos, uma das principais prioridades é ter uma barreira eficaz contra contaminações microbianas de seres humanos e/ou equipamentos que viajam através de áreas de contato com alimentos.

Para ajudar a prevenir a propagação de patógenos dos pés, a utilização de pedilúvios é frequentemente combinada com boas práticas de higiene pessoal e procedimentos regulamentares. Comparados com os produtos Dycem, os pedilúvios são muito mais custosos e demorados para instalar e manter, além de muito menos eficazes no controle da contaminação.

  • Os pedilúvios não são apenas soluções dispendiosas para instalar e manter, mas também são prejudiciais ao fluxo de trabalho dos funcionários ao utilizá-los.
  • Os pedilúvios devem ser monitorados para evitar a proliferação de bactérias.
  • O alvejante contaminado dentro dos pedilúvios precisa ser descartado com segurança.
  • Os pedilúvios podem causar riscos para a saúde e a segurança, como escorregões e quedas, devido ao derramamento de água durante a utilização.
  • Os produtos químicos dentro dos pedilúvios podem danificar o material dos sapatos através do uso repetitivo. A degradação do material pode representar um perigo para os ambientes críticos.
  • Os pedilúvios devem ser controlados regularmente para uma concentração e volume adequados de solução desinfetante.
  • O desinfetante perderá sua eficácia se ocorrer o acúmulo de material orgânico.
  • Os pedilúvios comuns não devem ser utilizados, pois não fornecem qualquer ação de depuração e, portanto, não impedem que os usuários arrastem sedimentos de volta ao ambiente crítico.
Content